BlogMarketing Digital

SPAM: O que é e como evitar que seus e-mails acabem na lixeira

Você já recebeu e-mails com ofertas de plano de saúde, dicas de remédios para emagrecer em menos de 10 dias ou para ficar rico do dia para noite? Esses são os famosos SPAM.

Essa prática é feita por pessoas mal intencionadas ou empresas que acreditam ser o caminho mais rápido para divulgar seus produtos ou serviços. Mas na verdade acabam apenas “manchando” a reputação do negócio.

É preciso tomar muito cuidado com o conteúdo inserido nos e-mails para que eles não sejam considerados como spam e acabem indo direto para a lixeira dos seus contatos. Por isso, separamos todas as informações e dicas necessárias para te ajudar. Vamos lá!

O que é SPAM?

Engana-se quem pensa que o spam é algo recente. Antes mesmo de ser conhecido por esse termo, o envio de conteúdos indesejados e em excesso era recorrente. Panfletos de propagandas entregues na rua, cartas de correntes nas caixas de correios e ligações telefônicas sobre algum produto são alguns exemplos.

Essa prática recebeu o nome de spam devido a uma esquete do grupo britânico de humor Monty Python. Durante o programa, dois clientes chegam em uma lanchonete e notam que os enlatados da marca norte-americana SPAM fazem parte de todos os itens do cardápio, praticamente forçando o cliente a não ter outra escolha.

E o spam (Sending and Posting Advertisement in Mass) trata-se do envio de mensagens eletrônicas NÃO solicitadas. Geralmente as propagandas são o tipo de spam mais comuns. Mas mensagens com correntes (envie para 10 amigos ou terá 7 anos de azar, clássico!), fake news, malwares (vírus para roubar dados) ou pornografia também são considerados spam.

O problema dessa prática é que ela acaba prejudicando o relacionamento entre os consumidores e as empresas. Afinal, quando chegam milhares de e-mails sobre algo que não te interessa, certamente você perderá qualquer desejo de fazer negócios com a empresa responsável.

Hoje em dia os próprios serviços de e-mail detectam esse tipo de mensagem e as desviam diretamente para a lixeira sem te perturbar. Porém, ainda acontece de alguns e-mails serem confundidos e acabam não sendo entregues para o usuário.

Para evitar que os e-mails do seu negócio enviados para sua lista acabem na lixeira, confira nossas dicas de como não praticar spam.

Como evitar que seus e-mails se tornem SPAM?

Todo mundo que está na internet tem um e-mail, certo? Por isso o e-mail marketing é uma das melhores estratégias para as empresas promoverem seus produtos e serviços, e também criarem um relacionamento com os clientes.

Mas para que as suas mensagens sejam entregues para os usuários, elas não podem ser consideradas spam. Por este motivo, listei algumas boas práticas que podem te ajudar a evitar esse problema:

Não compre listas de e-mails

Optar pelo caminho mais fácil é sempre tentador, né? Mas acredite, é melhor ficar bem longe dele! Listas compradas possuem destinatários aleatórios, que não aceitaram o recebimento dos seus e-mails, e certamente não estão interessadas no que a sua empresa tem a oferecer.

Você não iria gostar nem um pouco de receber mensagens que nem foram autorizadas, né? Os usuários da lista comprada também não. Com isso eles acabam marcando as mensagens como spam, e isso afeta totalmente sua entregabilidade. Além disso, a credibilidade da empresa acaba indo por água abaixo.

Por mais que seja trabalhoso, nada melhor do que conquistar um por um dos e-mails e formar uma lista de contatos realmente interessada nos seus serviços.

Deixe o usuário livre para se descadastrar

O principal diferencial do e-mail marketing é que os usuários podem escolher cadastrar seus e-mails para receberem conteúdos. Entretanto, é normal que em algum momento alguém perca o interesse e não queira mais receber suas mensagens.

Assim, tenha sempre um botão de descadastramento visível em seus e-mails para que os contatos que não estão mais interessados possam parar de receber seus e-mails.

Envie conteúdos relevantes

Se um usuário cadastrou seu e-mail para receber conteúdos é porque ele está curioso sobre o que você a oferecer. Contudo, esse interesse pode ser perdido caso você envie todo e qualquer tipo de informação. Lembre-se de oferecer aos seus contatos mensagens que sejam importantes e se destaquem entre os outros e-mails.

Para isso, aproveite os conteúdos do blog da sua empresa, notícias relacionadas ao seu mercado ou até mesmo vídeos do seu canal do YouTube. O importante é enviar materiais que condizem com o que os usuários esperam.

Além dessas dessas dicas, lembre-se do ponto mais importante: envie e-mails somente para quem tem interesse! Ou seja, sempre solicite a autorização para o envio de conteúdos.

Agora que você já sabe o que é spam e como evitá-lo, que tal aprimorar sua estratégia de e-mail marketing? Para saber mais sobre ela é só conferir nosso artigo sobre o tema, clicando aqui.

Faça um comentário
Tags

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *