BlogMarketing Digital

5 motivos para iniciar a produção de conteúdo na sua empresa

Apesar de parecer uma técnica nova, não é de hoje que as empresas utilizam a produção de conteúdo como uma estratégia de marketing. O Guia Michelin, por exemplo, é considerado por muitos o primeiro material de marketing de conteúdo.

Criado no final do século XIX, o Guia Michelin tinha como objetivo fornecer informações sobre hotéis e restaurantes na França para os motoristas de carros, pois, ao explorar a região, usariam bastante seus veículos e gastariam mais com pneus (produto que na época ainda era novidade). Ao longo dos anos, o material ganhou notoriedade e expandiu para outros países.

Atualmente a Michelin é uma das principais fabricantes de pneus do mundo e ficou mundialmente famosa devido à criação desse material. Bacana, né?

Se esse exemplo ainda não te convenceu a investir na produção de conteúdo, não tem problema, a seguir listamos 5 motivos que podem fazer você mudar de ideia. Preparado? Vamos lá!

Afinal, o que é marketing de conteúdo?

Diferente das propagandas tradicionais – que giram em torno dos produtos – e dos anúncios invasivos, a produção de conteúdo envolve os clientes através de histórias. Ou seja, é uma estratégia de marketing que utiliza a criação e distribuição de conteúdo relevante com o objetivo de “conduzir” os usuários até a compra, ao invés de “empurrá-los” diretamente para os produtos.

Para isso, as empresas buscam produzir conteúdos relacionados a assuntos que sejam de interesse do seu público respectivo. Por exemplo, uma agência de viagens pode explorar conteúdos sobre os melhores hotéis em determinada região, como realizar a conversão da moeda ou quais comidas típicas devem ser degustadas durante a viagem. Desta forma, os usuários são educados para que saibam, gostem e confiem o suficiente na empresa para fazer negócios.

Com o passar do tempo, a empresa cria uma autoridade no mercado em que atua devido a essa estratégia, o que, consequentemente, melhora o relacionamento com os clientes, fortalece a marca e gera vendas. Afinal, quando o cliente decidir comprar, ele vai lembrar primeiro de você.

Quais tipos de conteúdo posso produzir?

Algumas empresas ainda relutam em investir no conteúdo por acreditarem que se trata de uma estratégia muito cara. No entanto, o Marketing de Conteúdo é (62%) mais barato que o tradicional e gera o triplo de leads, de acordo com o DemandMetric. Ainda, o Marketing de Conteúdo traz 2,2 vezes mais visitas e 3,2 vezes mais leads para as empresas que o adotam, segundo a pesquisa Content Trends, feita pela Rock Content.

Esses são apenas alguns dados que comprovam o quanto o Marketing de Conteúdo é uma estratégia assertiva e que pode proporcionar bons resultados para o seu negócio. No entanto, apenas escrever bem não é o suficiente para que essa prática funcione. É fundamental desenvolver um planejamento para definir os temas que podem ser abordados, em quais canais publicar, qual público-alvo alcançar e quais objetivos atingir. Agora, mãos à obra!

Blog

Criar um blog certamente é uma ótima alternativa para desenvolver as estratégias de conteúdo por parte da sua empresa. A principal vantagem desse canal é a possibilidade de criar textos mais aprofundados sobre determinados assuntos relacionados ao seu negócio.

Esse canal também permite que você incremente os conteúdos produzidos com recursos interativos, como banners, formulários e outros tipos de call to action (que são chamadas para que os leitores realizem determinadas ações, por exemplo, o download de um ebook ou deixar um comentário no blogpost). Em muitos casos, o blog é o meio de entrada de futuros clientes. Logo, é muito importante que o blog da sua empresa seja relevante e conquiste a atenção do usuário.

Materiais ricos

Se você deseja criar conteúdos ainda mais completos e realmente aprofundados no assunto, os materiais ricos devem fazer parte da sua estratégia. Na verdade, para que o Marketing de Conteúdo da sua empresa funcione, é muito importante que você desenvolva materiais pensando no funil de vendas, já que nem sempre o usuário está preparado para realizar a compra logo de cara.

São considerados materiais ricos os ebooks, webinars, infográficos, templates e kits, que possuem um conteúdo ainda mais completo e informativo que os artigos publicados no blog. Ao disponibilizar esse tipo de material, é possível continuar educando seus potenciais clientes e preparando-os ao longo do tempo para, no momento certo, fazer a abordagem de venda.

Vídeos

O vídeo é outro tipo de conteúdo que pode ser aplicado dentro da sua estratégia de marketing digital. E o crescente consumo desse formato apenas confirma um fato interessante: os vídeos são uma das maiores tendências do marketing digital. Para se ter uma ideia, o vídeo gera 1200% mais compartilhamentos do que texto e imagem, de acordo com uma pesquisa da SmallBizTrends.

A maioria das pessoas possui um cotidiano agitado em que falta tempo a leitura de notícias e textos de interesse, por isso, apostar em vídeos tem sido uma ótima alternativa para as empresas que desejam disseminar os assuntos relacionados a seus produtos e serviços. Além disso, o vídeo é capaz de impactar e emocionar mais o usuário do que os materiais mais comuns, pois a interpretação transmite mais emoção.

Redes Sociais

Geralmente as redes sociais são vistas apenas como canais de divulgação dos materiais que as empresas possuem. Mas, na verdade, elas também podem ser utilizadas na produção de conteúdo. As principais redes sociais são multimídias, assim, a sua marca pode desenvolver textos, infográficos, publicar vídeos, realizar transmissões ao vivo, apostar nos gifs, gerar interações com pesquisas e muito mais.

Crie publicações “fora da caixa” sobre seus produtos e serviços ou assuntos relacionados ao mercado em que a sua empresa está inserida. Um bom exemplo é o Instagram da Azul Linhas Aéreas, onde são feitas publicações sobre o trabalho realizado pela companhia e dicas de como realizar uma boa viagem.

E-mail

Ao contrário do que muitos imaginam, o e-mail não morreu! Esse canal ainda é um dos com maior Retorno sobre o Investimento (ROI) e é ótimo para que você possa transmitir conteúdo, atrair visitantes e fortalecer relacionamentos com a base de contatos.

As grandes vantagens do e-mail é que ele é um canal mais pessoal, de baixo custo e que pode ser útil para vários tipos de negócios e tamanhos de empresas que desejam aplicar o Marketing de Conteúdo.

Por que investir em produção de conteúdo na minha empresa?

Bom, agora que você já conhece um pouco sobre a história do marketing de conteúdo, sabe o que é essa técnica e como aplicá-la ao seu negócio, confira alguns benefícios que ela pode te proporcionar:

Fortalece o relacionamento com os clientes

Ao iniciar a produção de conteúdo na sua empresa, também são criados novos caminhos para se relacionar com os usuários. Através dos conteúdos do blog, das redes sociais ou dos vídeos produzidos, você poderá interagir mais com as pessoas, esclarecer suas dúvidas e inseri-las no universo da sua marca.

Com isso, a sua empresa terá uma maior aproximação com quem possui interesse em comprar seus produtos ou serviços. Além disso, ao estabelecer um bom relacionamento com os usuários, o processo de tomada de decisão dos clientes em potencial torna-se mais fácil.

Gera maior engajamento com a marca

A nova geração de consumidores não quer apenas realizar uma compra ou contratar um serviço, eles buscam por marcas que lhe proporcionam boas e novas experiências.

E ao oferecer um bom conteúdo, que realmente entregue, dados úteis para seus potenciais clientes, você cria uma lealdade deles com a sua marca e, consequentemente, gera um maior engajamento.

Brand awareness

Os consumidores têm cada vez mais poder para opinar, compartilhar e, principalmente, indicar (ou não) a seus amigos e familiares uma marca que lhes agradam. Assim, implantar o marketing de conteúdo na sua empresa, permite que as pessoas reconheçam sua marca e conheçam seus produtos e/ou serviços.

Logo, se uma pessoa está sempre lendo o seu blog, ela vai dar preferência para o seu negócio quando precisar de ajuda. E, claro, vai te indicar para outras pessoas que estiverem na mesma situação.

Impulsiona a captação de leads

Após alguns meses produzindo conteúdo, certamente você terá um bom número de visitantes. Mas transformar um simples usuário em uma boa oportunidade de venda ainda é um desafio para muitas empresas.

Para mudar essa situação, o primeiro passo é criar uma estratégia de marketing de conteúdo onde você possa coletar informações sobre seus visitantes, para isso utilize formulários, CTA’s ou demais técnicas que façam uma “ponte” entre o visitante e a sua empresa. Além disso, desenvolver conteúdos ricos como webinars, ebooks e outros materiais que explorem a real dor dos usuários também é uma boa opção para captação de leads.

Agora você já sabe tudo o que precisa para iniciar a produção de conteúdo na sua empresa! Mas, caso precise de ajuda, conte com o apoio de especialistas na área de marketing digital. Entre em contato com a Echosis e saiba mais sobre o nosso serviço de marketing de conteúdo.

Faça um comentário

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Close