BlogMarketing Digital

Como as pessoas consomem na era digital?

Imagine reunir os amigos em casa no final de semana, curtir uma pizza pedida via aplicativo de comida, compartilhar aquela cerveja artesanal que chegou nos últimos dias pelo clube de assinaturas, enquanto ouvem suas músicas prediletas que estão em uma playlist compartilhada no Spotify.

Para completar, vocês se reúnem para uma foto que será publicada no Facebook e Instagram, e para encerrar o encontro decidem assistir uma série ou filme pela Netflix. E tudo isso sendo feito por meio do seu celular que você comprou seis meses atrás por meio de um e-commerce.

Ao perceber que realmente fazemos tudo isso, parece surreal, né? Principalmente quando comparamos aos anos passados em que esse modo de consumo simplesmente não existia. Você conseguiria viver sem todas essas facilidades que a tecnologia proporciona?

Ao mesmo tempo que o comportamento do consumidor mudou com a chegada da internet, as empresas precisaram – e precisam – de adaptar as exigências atuais para não perder clientes e sair no prejuízo. Por este motivo, nós separamos várias informações sobre esse assunto que podem te ajudar. Confira!

Como a internet mudou o consumidor?

A internet chegou às terras brasileiras há exatos 30 anos e inicialmente foi disponibilizada para setores industriais, empresariais e acadêmicos, até chegar comercialmente para a população em meados da década de 90.

De lá para cá a internet mudou completamente, principalmente com o frequente uso dos motores de busca – como Google, Bing e Yahoo! – e a popularização das redes sociais, que transformaram completamente o modo como nós nos relacionamos e como o consumidor interage com as marcas.

Hoje, o usuário tem o poder de opinar, compartilhar e, principalmente, indicar (ou não) a seus amigos uma empresa com um bom serviço ou produto por meio de avaliações ou mesmo dividir sua experiência – positiva ou negativa – com a marca.

Além disso, o mercado tornou-se mais exigente e as marcas precisam oferecer:

  • Qualidade na entrega do que é oferecido;
  • Praticidade na hora de comprar, pagar e receber;
  • Preço cada vez mais competitivo;
  • Soluções rápidas e que cumpram as expectativas do consumidor;
  • Relacionamento próximo e transparente com o cliente.

Com meios de comunicação instantâneos, a tecnologia fez o velho ditado “botar a boca no mundo” se tornar realidade. Basta que o consumidor publique um vídeo simples no YouTube sobre determinado produto, marca ou atendimento para interferir em investimentos milionários de marketing.

Como é o perfil do consumidor na era digital?

Definir o perfil do consumidor na era digital não é uma tarefa fácil, afinal, as mudanças nas preferências acontecem cada vez mais rápido e as pessoas estão cada vez mais exigentes. E com a popularização das redes sociais as pessoas tiveram a oportunidade de se aproximar das marcas.

Para as empresas, essa mudança também foi importante, pois atualmente elas contam com um feedback mais rápido, sendo capazes de monitorar as reações do público em tempo real. Assim, o melhor caminho para qualquer marca na era digital é ouvir e conversar com seus consumidores. Para isso, ter um site, um blog, contas de e-mail, perfis em redes sociais e apps de mensagem é fundamental para estabelecer um contato mais próximo com os usuários. Quanto mais uma empresa se aproxima de um cliente, maiores as chances de atender às expectativas.

Outro detalhe perceptível no perfil do consumidor moderno é a exigência. Devido a quantidade de informações que estão disponíveis a todo momento, os clientes se tornaram muito mais seletivos. Além disso, com a internet eles estão a poucos cliques de distância de outras empresas, ou seja, eles não precisam de muitos motivos para se deixar levar pela concorrência. Isso faz com que eles fiquem mais atentos às maneiras como as marcas se posicionam, trabalham seu conteúdo e vendem seus produtos.

A mobilidade é outra característica marcante desse novo perfil consumidor. Atualmente as pessoas utilizam smartphones para se conectar, interagir, consumir seus produtos e comprar suas ofertas de onde quer que estejam. O consumo que antes se resumia às lojas físicas e depois foi para os desktops, agora pouco a pouco passa a estar em qualquer local, seja no transporte público, nos shoppings, no trabalho, na escola/faculdade, etc. É importante frisar que para atender com qualidade os usuários de dispositivos móveis é preciso se adaptar para aparecer bem em todas as telas.

Dicas para vender mais na era digital

Nem todos os negócios conseguem lucrar com o fim do ano e o Carnaval, por isso o Dia do Consumidor é uma boa oportunidade para conseguir elevar o número de vendas, visto que  a data está posicionada estrategicamente pouco antes da Páscoa e longe de outras datas sazonais, justamente para atrair aqueles que querem comprar produtos para si ou já preferem aproveitar os ovos de páscoa e outros produtos relacionados ao feriado.

Assim como a Black Friday, essa data não se resume a apenas um dia, ela movimenta a semana inteira. Para se ter uma ideia, quando comparado os anos de 2017 e 2018, o volume de busca por Dia do Consumidor aumentou 92%. E tem mais: em 2018, o número de visitas em e-commerce cresceu 13% no dia do evento. Levando em consideração toda a Semana do Consumidor, foram 11% mais visitas, o que corresponde a 13 milhões de acessos a mais do que a média semanal, que é 113 milhões.

Deixar a data passar em branco significa perder boas oportunidades de vendas e negócios. Por este motivo, invista em ações criativas e adequadas para a Semana do Consumidor, por exemplo:

Descontos e preços especiais

Lembre-se que esse é um dia para celebrar o consumidor. Portanto, pense em ofertas relevantes, como um desconto naquele produto favorito do seu site ou crie promoções personalizadas de acordo com o que os consumidores mais procuram no seu e-commerce.

Aproveite também o momento pré Dia do Consumidor para cadastrar e engajar novos leads. Muitas pessoas começam a realizar pesquisas uma semana antes da data, e você vai querer ser a primeira marca que vem na cabeça dos clientes quando elas pensarem em realizar compras, certo? Desenvolva uma Landing Page para capturar e-mails e assim disparar informações extras e produtos com condições exclusivas.

Crie senso de urgência

As datas comemorativas são ótimos períodos para criar senso de urgência nos consumidores. Essa tática é perfeita tanto para gerar compras imediatas, quanto para fazer aqueles leads qualificados que estão na sua base de contatos há um tempo, mas ainda não compraram, terem o empurrãozinho que faltava para tomar uma decisão de compra.

Deixe claro para os usuários que os produtos são limitados e que a oferta termina em algumas horas, isso fará com que eles se sintam “pressionados” a aproveitar a oportunidade antes que acabe. Quando você cria uma campanha, mas destaca que a oferta está disponível por tempo ilimitado, os clientes acabam deixando a compra para um outro momento e podem acabar esquecendo dessa chance.

Divulgue

De nada adianta disponibilizar produtos pela metade do preço ou fazer descontos progressivos se você não fizer uma boa divulgação. Utilize todas as redes sociais a seu favor, crie publicações que informem todos os detalhes de como irá funcionar a semana do Dia do Consumidor e assim incentivar os clientes a comprarem de você e não do seu concorrente.

Para fazer tudo isso com tranquilidade e eficiência, invista em uma agência especializada para cuidar de todo o marketing da sua marca e dos planejamentos em datas específicas, como o Dia do Consumidor. Entre em contato com a Echosis e saiba mais sobre todos os serviços que temos a oferecer.

Faça um comentário

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *