BlogFranquias

Você sabe quais as diferenças entre franqueado e revendedor?

Avalie esse artigo

Seja porque terminou a faculdade e está em busca de um caminho profissional ou porque está desempregado e deseja se recolocar, são diversos motivos que levam os empreendedores a buscarem a opção de um negócio próprio. De acordo com o relatório desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), um em cada três adultos brasileiros, entre 18 e 64 anos, é empreendedor ou está envolvido na abertura do próprio negócio.

Com isso, os empreendedores avaliam a possibilidade de embarcar em um negócio já consolidado, como é o caso das franquias e revendedoras. Mas, afinal, qual é a diferença entre essas duas funções? Como saber é a mais adequada ao seu perfil?

Deseja investir em um negócio próprio, mas não consegue diferenciar essas duas funções? Confira, abaixo, as características de cada um deles e descubra qual é a opção ideal para você!

Franqueado e revendedor: quais as diferenças?

Franqueado

No sistema de franquia, o franqueador de uma marca concede a outra pessoa o direito de vender e distribuir seus serviços, sua marca e sua patente. Assim, o franqueado, após o pagamento de algumas taxas, principalmente após a quitação da taxa de franquia, fica responsável pela sua própria unidade e passa a fazer parte de uma rede.

Ainda, o franqueado está protegido pela lei 8.955/94, também conhecida como lei de franquias. Através dela são determinadas as obrigações e deveres por parte da franqueadora e do franqueado. Como exemplo temos a Circular de Oferta de Franquia (COF), um documento obrigatório entregue ao candidato a franquia antes da assinatura do contrato.

Além disso, ao investir no segmento de franquias, o franqueado recebe todo o know-how do negócio, uma gestão completa com direito ao uso da marca, treinamentos específicos e suporte da franqueadora.

Revendedor

Como revendedor, o empreendedor fica responsável por apresentar e manter a imagem da empresa. E sua fonte de renda é a partir de comissões ou percentuais da venda, mas não se torna proprietário ou responsável juridicamente pela empresa.

As principais diferenças entre eles, é que o revendedor não absorve o know-how do negócio sobre a fabricação dos produtos ou prestação dos serviços. Por este motivo, o valor de investimento neste setor acaba sendo menor do que em franquias.

Em relação ao suporte, as franquias costumam ficar disponíveis 24 horas por dia para que os seus franqueados possam contar com ajuda e esclarecer dúvidas sobre clientes, produtos ou gestão. Já como revendedor, o empreendedor precisa tomar decisões por conta própria.

No momento de escolha é importante lembrar que tanto a função de franqueado e revendedor possui suas vantagens e desvantagens também. Por isso, para escolher a melhor alternativa, é preciso identificar o próprio perfil e entender qual se enquadra em suas habilidades e em sua disponibilidade.

Mas se o seu objetivo principal é se tornar dono do próprio negócio, aproveite para conhecer a Franquia de Marketing Digital Echosis! Entre em contato conosco e marque uma reunião com um de nossos consultores. Venha fazer parte do nosso time e aproveite todas as vantagens do modelo home based.

Faça um comentário
Tags

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *