BlogMarketing Digital

O que podemos aprender com o marketing espacial da Tesla?

Há 50 anos atrás a humanidade acompanhava extasiada a chegada do homem na lua. Após deixar suas pegadas e uma bandeira dos EUA fincada por lá, Neil Armstrong disse a famosa frase: “é um pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade.” Mal ele sabia que anos depois o espaço se tornaria muito mais “acessível”.

Isso porque no ano passado, Elon Musk, CEO da Tesla Motors e da SpaceX, lançou o foguete Falcon Heavy, que levou como carga um Tesla Roadster – modelo de carro elétrico –, rumo a marte, seu destino final. A jogada de marketing fez com que Musk fosse considerado por muitos o novo Steve Jobs.

Ao volante do Tesla vermelho viajava um boneco, chamado carinhosamente de Starman, com roupa de astronauta ao som da canção “Life on Mars?” do cantor britânico David Bowie (1947-2016). Para o lançamento do foguete, Musk pensou nos mínimos detalhes que foram acompanhados por aproximadamente 2,3 milhões de pessoas grudadas nas telas de seus computadores no mundo todo.

Mas, antes de comentarmos sobre as estratégias de marketing da Tesla, que tal conhecer mais sobre a montadora? Confira!

Como a Tesla começou

Fundada em 2003 por Martin Eberhard e Marc Tarpenning no Vale do Silício, na Califórnia, a Tesla nasceu fora do ninho da indústria automotiva americana, que são os entornos de Detroit, em Michigan, onde estão General Motors, Ford e Chrysler, as “3 grandes” do mercado local.

Em 2004, Elon Musk foi o responsável por obter financiamento para a Tesla e passou a fazer parte da montadora junto com os fundadores. Já em 2008, após uma crise econômica, ele assumiu o papel de líder da empresa.

A diferença entre ela e as montadoras tradicionais é não ter concessionárias. Desta maneira a montadora possui todo o poder de vendas em mãos e, inclusive, pode lucrar mais com essa medida. Os carros são comercializados somente pelo site oficial da Tesla e fabricados sob encomenda.

Desde o início a Tesla se posicionou no mercado como uma montadora de carros elétricos e o primeiro a ser vendido foi o esportivo Roadster, – o mesmo modelo enviado para o espaço – em 2008. Em seguida, surgiu o sedã esportivo Model S (2012), o SUV Model X (2015) e o Model 3 (2017), todos equipados com bateria de íon-lítio, encontradas em notebooks e smartphones só que maiores.

As estratégias de marketing da montadora

Existem poucas marcas no mundo tão fascinantes como a Tesla, a empresa não perde tempo procurando palavras para conversar com seus clientes e prospects. Elon Musk prefere se concentrar em como o mundo vê a montadora e o que ela faz. Mas isso não significa investir somente em complicadas ações de marketing, – como enviar um carro para o espaço – acredite, o que a Tesla faz você também pode fazer.

Comunidade exclusiva

Se comparar com outras montadoras, a capacidade de produção da Tesla ainda é baixa, por exemplo, até outubro de 2018 haviam sido produzidos cerca de 80 mil veículos. Assim, quem possui um automóvel da montadora passa a fazer parte de um “clube de fãs”, onde os donos de Tesla conversam com outros donos de Tesla.

Quando as pessoas sentem que fazem parte de um grupo seleto, elas são mais comprometidas. E a partir disso, elas despertam a curiosidade das pessoas que estão fora do “clube” e fazem com que elas sintam vontade de querer entrar para entender o motivo de todo o alarde, criando assim um sentimento de exclusividade.

No caso da Tesla, a pequena quantidade de veículos comercializados cria um senso de urgência e exclusividade. E no seu negócio você também pode aplicar essa ideia e criar uma rede de consumidores entusiasmados! Por exemplo: Você pode criar ofertas exclusivas apenas para um grupo seleto de consumidores – aqueles famosos programas de fidelidade – ou destacar que determinados produtos só serão vendidos por preço X até uma data estabelecida.

Aberto as críticas

Apesar de toda fama, o caminho da Tesla não foi construído somente com momentos bons. A empresa enfrentou preocupações sobre as finanças, capacidade de fabricar carros em grande escala, atrasos na entrega e comentários públicos de Elon Musk.

No entanto, um golpe de mestre que Tesla e Musk costumam usar é reconhecer e abordar os problemas via mídia social diretamente. Após os escândalos envolvendo o Facebook, a montadora excluiu a página que mantinha na rede social e atualmente está presente no Instagram e no Twitter, onde mantem uma comunicação direta com o público.

Independente da rede social em que a sua empresa está presente, mantenha-se aberto as críticas e feedbacks dos seus consumidores. É muito importante que eles percebam que a marca está disposta a realizar melhorias com base nas insatisfações. Por isso, quando receber um comentário crítico não deixe de respondê-lo, ele gera fidelidade com os consumidores e aumenta a confiança da empresa.

Informações acessíveis

Antes de comprar um carro ou qualquer outro produto é comum avaliar todos os detalhes e benefícios para assegurar que ele realmente se encaixa nas suas necessidades. Como os veículos da Tesla são comercializados somente pelo site oficial, a montadora também disponibiliza uma página com todas as informações de cada um dos modelos produzidos.

A página chamada de Press kit reúne todos os dados de forma clara e objetiva. Assim fica mais fácil para os potenciais consumidores decidirem qual modelo comprar. Desta maneira, sempre que os consumidores da Tesla precisarem esclarecer uma dúvida, eles já sabem onde recorrer, ou seja, a montadora encontrou uma forma de mantê-los sempre em seu site, sem a necessidade de procurar as informações em sites terceiros.

No site da sua empresa ou nas redes sociais, disponibilize todas as informações possíveis sobre os produtos ou serviços que você faz. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela plataforma Birdie revelou que 80% dos consumidores desistem de realizar uma compra devido à falta de descrição do produto.

Independentemente se a compra está sendo feita pela internet ou em uma loja física, o cliente deseja, no mínimo, saber muitas informações sobre o produto que está comprando. Assim, forneça o máximo de informações possíveis e mantenha seus canais de comunicação ativos para que o consumidor possa entrar em contato e esclarecer outras dúvidas.

Transmissão ao vivo

Todas as estratégias de marketing visam o mesmo objetivo, criar relações mais próximas com o público e fortalecer a marca. E uma das estratégias em ampla expansão é as transmissões ao vivo. Estima-se que o engajamento na transmissão ao vivo chegue até 10x superior às interações geradas por vídeos gravados.

E essa foi uma das sacadas de Elon Musk para o lançamento do foguete, pois enquanto as pessoas acompanhavam os “bastidores”, o nome da Tesla – e também da Space X – espalhava-se entre milhares de milhões de pessoas. Ou seja, uma só ação fortaleceu duas empresas de Musk.

Atualmente as redes sociais Facebook, Instagram, YouTube, Periscope e outras possuem o recurso de interação Live Streaming, assim você pode utiliza-lo a favor do seu negócio ao realizar uma Live Content, isto é, abordar um assunto específico ou criar um “bate-papo” com os seguidores. Outra opção é Live Shopping, anuncie ofertas relâmpago ou aproveite para vender e divulgar produtos com os resultados em tempo real.

Como no caso da Tesla, ao realizar uma transmissão ao vivo, a história do Roadster em órbita no espaço pode ser revivida a qualquer momento e por qualquer pessoa. O mesmo se aplica a transmissão de um evento da sua empresa ou um workshop que seus colaboradores participaram, por exemplo.

Viu só como ações simples podem fazer toda a diferença para um negócio? Mas se você deseja ter resultados maiores e melhores, chegou o momento de investir em marketing digital! Clique aqui e conheça todos os serviços oferecidos pela Echosis.

Faça um comentário
Tags

Postagens relacionadas

2 comentários

    1. Olá! Muito obrigada pelo seu feedback, ficamos muito felizes em saber que tem gostado dos nossos conteúdos. Esperamos te encontrar mais vezes por aqui! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *