BlogMarketing Digital

Como usar gatilhos mentais na sua estratégia de marketing digital

Os conhecimentos da psicologia são amplamente utilizados no mundo do marketing, especialmente o marketing digital. Quando alguém trabalha para atrair o público e manter sua atenção, saber a melhor forma de cativá-los é sempre útil. Para isso servem os gatilhos mentais na sua estratégia de marketing digital. Se você souber como usá-los, seus resultados aumentarão consideravelmente.

Talvez você não esteja tão familiarizado com esse termo, mas ele certamente já teve um impacto em você e/ou em seu negócio de alguma forma. Dedicar algum tempo a entender como estes gatilhos funcionam vai te dar uma grande vantagem competitiva.

Quer aprender mais agora mesmo? Então acompanhe e veja o que são os gatilhos mentais, alguns exemplos e como eles são aplicados em uma estratégia de marketing digital.

O que são os gatilhos mentais?

De forma bem simplificada, gatilhos mentais são estímulos, grandes ou pequenos, que possuem o objetivo de produzir um comportamento específico. Esse comportamento pode variar bastante, desde uma resposta emocional, como animação, até uma resposta motora, como levantar e andar em direção a algo. Dentro do mundo do marketing, o objetivo final é promover sua marca e ajudar a entregar seu produto.

Pense em como você reage imediatamente a alguns estímulos, como cobrir os olhos quando venta para evitar ficar com poeira nos olhos. Essas atitudes, quase involuntárias, são exemplos de gatilhos no seu comportamento. O mesmo princípio pode ser usado para gerar uma reação específica em uma pessoa.

Alguns exemplos de gatilhos mentais aplicados ao marketing digital

Para esclarecer melhor o tema, listamos aqui alguns dos principais gatilhos mentais utilizados no marketing digital. Acompanhe:

1.   Urgência

Já notou como você pode tomar algumas atitudes bem rápido, especialmente quando acredita que não há muito tempo para ponderar? Certamente isso aconteceu mais de uma vez, tanto em situações cotidianas quanto em decisões maiores. Esse é um dos efeitos do gatilho da urgência no cérebro humano. E um que pode ser usado a seu favor.

O princípio aqui é que, quando uma janela de oportunidade está para se fechar, há maiores chances de que alguém pule nela. Afinal, logo isso não será mais possível. Um exemplo comum desse gatilho é a criação de promoções relâmpago, que exigem do comprador uma decisão quase instantânea.

2.   Autoridade

Se você tiver que escolher entre confiar em um especialista ou uma pessoa comum, certamente a opinião da primeira tem mais peso. Quando você é reconhecido como uma autoridade em um determinado tema, todos tendem a confiar mais em sua opinião sobre este assunto e acatam às suas sugestões mais facilmente. Em outras palavras, esse é o gatilho da autoridade.

Sua aplicação no marketing digital é bem comum, especialmente no estágio de consolidação da imagem da empresa. Uma vez que ela seja reconhecida pelo público, suas sugestões e indicações durante o processo de compra terão muito mais peso aos olhos dos consumidores.

3.   Reciprocidade

Em um mundo ideal, todos querem que suas boas ações sejam retribuídas na mesma medida. Quando você contribui com alguém, seja uma pessoa ou mesmo uma empresa, você espera que ela também contribua com você. Através desse desejo, é possível ativar o gatilho da reciprocidade em seu público.

Como o nome já diz, ele parte do princípio de que você, enquanto dono de um negócio, têm como primeira intenção de ajudar o cliente a solucionar seus problemas. Dessa forma, quando você presta um serviço ou vende um produto, sua imagem será de um amigo, não apenas de um vendedor. Isso ajuda a fidelizar o público e melhora seu relacionamento no médio e longo prazo.

4.   Novidade

Todos tendem a se mover mais rápido para conhecer algo novo ou incomum. Quando o cérebro se depara com algo que ainda não conhece, ele imediatamente se ativa para captar a informação e registrá-la com o maior número possível de detalhes. Ele fará isso até que esteja satisfeito com a informação nova e passa para a próxima novidade. E assim por diante.

Vendo esse padrão, é fácil entender por que o gatilho da novidade pode ser tão poderoso. Graças a ele, empresas que apresentam conceitos inovadores, campanhas criativas, entre outras coisas, tendem a conseguir um desempenho melhor do que a média. Lembrando que a novidade não é necessariamente algo “novo”. Só precisa ser uma novidade para quem está conhecendo agora.

5.   História

Contar uma história é um dos métodos mais antigos para transmitir uma visão ou perspectiva para outras pessoas. Quando o interlocutor se identifica com um dos personagens, por exemplo, ele tende a entender melhor suas atitudes e concordar com outras opiniões que ele expresse. Elas mexem com as emoções do indivíduo e transportam ele para outra situação hipotética.

Se você souber como usar histórias em suas campanhas de marketing, logo verá como mais e mais clientes se encaixarão nesta mesma narrativa. E com mais confirmações, você vai atrair mais e mais pessoas que se identificam com a história que você deseja contar.

6.   Curiosidade

Por fim, mas não menos importante, a curiosidade é uma característica comum em praticamente todos os seres vivos, em maior ou menor grau. Nos humanos, que passam a maior parte do tempo pensando e sentindo o mundo ao redor, essa é uma parte muito importante de qualquer tomada de decisão.

Há várias maneiras de despertar a curiosidade do público, como utilizar produtos pouco conhecidos ou mesmo criar um segredo que só é conhecido pelos seus clientes. Isso atrai a atenção de mais pessoas e incentiva para que elas também queiram descobrir do que se trata.

A utilização de gatilhos mentais em uma estratégia de marketing digital não é um feito inédito. Vários negócios já utilizam esse tipo de recurso em suas campanhas, sendo ferramentas já testadas e bem estruturadas. Sendo assim, desde que você estude bem seu funcionamento, terá boas chances de sucesso.

O mais importante aqui é a intencionalidade. Cada gatilho deve possui um objetivo, não ser inserido a torto e a direito. Uma estratégia bem planejada sempre terá melhores resultados em comparação com algo pouco amadurecido.

Quer aprender mais sobre o mundo do marketing digital? Então assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

Faça um comentário

Postagens relacionadas

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Close