BlogFranquias

Franqueado x Franqueador: Quais perguntas fazer durante a primeira reunião?

Encontrou a franquia ideal para você, preencheu o cadastro e recebeu o material sobre o negócio? Estes passos iniciais são comuns entre diversos segmentos no ramo de franquias. Normalmente, também pode acontecer, de a franqueadora encaminhar antes da primeira reunião a Circular de Oferta de Franquia (COF). Antes ou depois de avaliar esse documento e os diversos materiais, várias dúvidas podem acabar surgindo entre franqueado x franqueador. Por isso, é interessante saber qual caminho seguir para coletar todos os dados necessários.

Investir em um negócio próprio é assumir um risco, e mesmo que as franquias forneçam suporte e know how, as dúvidas e hesitações fazem parte da negociação. Para que tudo dê certo, é necessário buscar o máximo de informações. E você pode fazer isso tendo uma conversa franca, uma reunião com a franquia de interesse. Para te ajudar a elaborar um “roteiro”, preparamos este material com algumas perguntas que você pode fazer ao franqueador diretamente na primeira reunião. Assim você poderá entender se o negócio realmente é para você, quais serão suas funções e muito mais. Confira nossas sugestões aqui abaixo!

Franqueado x Franqueador: Quais perguntas fazer durante a primeira reunião?

1- Há quanto tempo existe a empresa e desde quando vende franquias?

Quanto mais antiga, mais segura. O tempo demonstra que o negócio já passou pelo processo de maturação e testou o desempenho de seu produto ou serviço durante todos os diferentes períodos de um ano. A empresa deve testar o negócio ao menos durante dois anos antes de começar a vender franquias.

2- Qual o critério para a seleção de um franqueado?

Fique atento a essa questão, pois, se o franqueador não determinar nenhum perfil específico e que não é feita nenhuma avaliação, significa que a rede só está preocupada em vender lojas. Podendo deixar em haver alguns critérios e promessas.

3- Já houve casos de franquias fechadas? Qual foi o motivo?

De acordo com a lei do franchising, a franquia deve informar quantas unidades já foram fechadas ao longo dos últimos 12 meses. Portanto, é importante questionar ao franqueador quantas unidades realmente foram fechadas e quais foram os motivos que levaram a essa condição. Basicamente, é uma forma de medir onde e quando foi que a empresa errou durante o processo de criação.

4- Terei exclusividade na região que desejo atuar?

É importante saber sobre este detalhe para não se prejudicar. Pois, se uma loja é aberta num shopping e outra começa a oferecer o mesmo serviço na rua de trás, por exemplo, obviamente a primeira perderá o cliente que não quer entrar no shopping. Caso o franqueador não esclareça essa dúvida, vale a pena investigar e estudar mais sobre a franquia de seu interesse.

5- Quais as experiências e habilidades necessárias?

Por mais que a franqueadora não exija experiência é importante deixar claro este ponto. Questione como funcionam os treinamentos, o que eles abordam e quanto tempo é necessário dedicar para a capacitação. Assim você poderá atuar na área escolhida com tranquilidade e por dentro de todos os assuntos do momento.

6- Existe taxa de renovação?

Essa questão auxilia para um planejamento futuro. Junto com o tempo de contrato, é importante saber se a franqueadora cobra alguma taxa de renovação e qual é o valor, assim, pense se está disposto a arcar com a mesma no futuro.

Agora que você já possui um mini roteiro de perguntas para realizar durante reunião entre franqueado x franqueador, que tal conhecer mais sobre a franquia de marketing digital Echosis? Entre em contato conosco e solicite o nosso material. Essa pode ser a sua chance de investir em um negócio próprio!

Faça um comentário
Tags

Postagens relacionadas