BlogFranquias

Descubra quais são as taxas de franquias e como elas funcionam

Se você está cogitando a possibilidade de investir em uma franquia, provavelmente já deve ter ouvido falar em algumas taxas e tarifas, certo? Logo em seguida vem uma nova preocupação: quanto será necessário desembolsar? Com valores variados, as taxas de franquias têm finalidades diferentes e devem ser conhecidas a fundo por quem deseja entrar neste mercado.

Ao assinar o contrato para fazer o uso da marca de franquia, o franqueado deve estar atento as diversas taxas de franquias que farão parte do investimento do negócio. As quais são devidamente especificadas na Circular de Oferta de Franquia (COF). Este documento é um dos principais para formalizar a relação do franqueador e franqueado, e detalha todas as responsabilidades de ambas as partes. Por isso, é importante ler com atenção e esclarecer todas as dúvidas antes de finalizar a negociação.

Por isso, hoje vamos apresentar quais são as taxas de franquias e como elas funcionam. Assim você poderá esclarecer as suas dúvidas e investir neste segmento sem medo. Ficou curioso? Vem com a gente!

Tipos de taxas de franquias

Taxa de franquia ou taxa inicial

A Taxa de Franquia é cobrada pelo franqueador do franqueado para que este tenha o direito de fazer parte da rede de franquias. Ou seja, é o preço estabelecido pela admissão do franqueado em uma determinada rede de franquia.

A Taxa de Franquia, também conhecida como Taxa Inicial ou Taxa de Licença, consiste em um valor único total. Geralmente, estão inclusos neste valor uma série de serviços que serão oferecidos aos franqueados, como treinamentos, assistência para instalação do negócio, suportes e muito mais.

Algumas redes preferem por não cobrar a Taxa de Franquia, seja devido a rápida expansão ou para atrair mais candidatos a franquia, é importante saber que mesmo sem a taxa, a rede continua sendo obrigada a oferecer todo o apoio e know how para o novo franqueado.

Taxa de Royalties

A Taxa de Royalties é um valor cobrado mensalmente para remunerar a tecnologia que o franqueador presta. Esse dinheiro arrecadado pode ser investido em pesquisas de novos produtos e serviços, a fim de aprimorar a qualidade da rede.

Mas, ele é usado principalmente, para cobrir a despesas da franquia com ações voltadas para os franqueados. Como treinamentos, atualizações de materiais, cursos, convenções e outros. É fundamental entender que a taxa de royalties varia de acordo com o tipo da franquia.

Taxa de Propaganda

Além das taxas acima, o franqueado também precisa contribuir com os investimentos de publicidade da marca. A Taxa de Propaganda corresponde ao valor arrecadado mensalmente pelo franqueador para investir em ações institucionais que promovam a empresa, seus produtos, serviços e outros.

Para isso são utilizadas estratégias de marketing e publicidade, que visam a divulgação de toda a rede de franquias. Não de apenas uma unidade, por exemplo. Normalmente, o valor da Taxa de Propaganda gira em torno de 2% a 5% do faturamento bruto de cada unidade, podendo também ser estabelecido um valor fixo mensal.

Além dessas taxas, existem outros detalhes que compõem uma franquia. Para entender melhor como funciona esse negócio, assista ao vídeo abaixo. Preparamos este Guia Completo de Franchising que pode te ajudar!

Agora você já possui todas as informações necessárias sobre franquia e também sobre as taxas de franquia. Aproveite para se tornar um dos nossos franqueados! Entre em contato com a Echosis, tire suas dúvidas e venha fazer parte da nossa equipe!

Faça um comentário
Tags

Postagens relacionadas