BlogFranquias

Saúde mental: Como as empresas podem ajudar os funcionários?

Assim como a saúde física, a saúde mental é fundamental para a integridade do ser humano. Mas, você sabia que o Brasil é o segundo país que mais perde dinheiro com a depressão no ambiente profissional? Somente em 2016, a Previdência Social registrou o afastamento de 75,3 mil trabalhadores por causa de quadros depressivos, 37,8% do total de licenças por distúrbios psíquicos.

Existem diferentes motivos que levam os funcionários a desencadearem transtornos psicológicos, por exemplo, excesso de cobrança por resultado, assédio ou ameaça de demissão — principalmente em momentos de crise financeiras —, pode causar ansiedade e ataques de pânico.

O afastamento dos profissionais devido a transtornos mentais afetam as empresas que ficam desfalcadas e precisam realocar e treinar funcionários para reestruturar seu funcionamento. O que a sua empresa tem feito para promover saúde mental dos trabalhadores? Para entender melhor o assunto e descobrir como pode ajudar, continue a leitura.

Por que precisamos falar sobre saúde mental?

Infelizmente o tema saúde mental ainda é um tabu, não só no trabalho, mas na sociedade em geral. A forma como as instituições de tratamento cuidavam, antigamente, dos pacientes com transtornos mentais — como se fossem “loucos” —, ainda nos afeta e faz com que a gente negue ajuda e ignore os sintomas. Para se ter uma ideia, somente a possibilidade de ir a um psiquiatra e a um psicólogo chega a causar aversão em algumas pessoas.

Além disso, muitos já ouviram pessoas desinformadas e preconceituosas falarem que a depressão, ou qualquer outro transtorno mental, é frescura ou falta do que fazer, não é mesmo? Por isso, o primeiro passo para qualquer solução de saúde mental é desmistificar o assunto.

Quando a empresa dá abertura para a discussão desse tema, os colaboradores que já enfrentaram algum transtorno mental, se sentem à vontade para comentar sobre a sua experiência e, assim, contribuir para quebrar o preconceito em torno dessa questão. É muito importante que sejam criadas ações para promover a saúde mental no trabalho, assim, caso algum funcionário precise de amparo, ele saberá que pode contar com a empresa.

Que tipos de ações podem ser feitas?

Incentive os colaboradores a fazerem pausas

Em longos períodos de trabalho, é muito importante ter intervalos de descanso para evitar o estresse e, claro, o esgotamento mental. Afinal, a exaustão está relacionada ao surgimento de episódios depressivos, devido à liberação prolongada do hormônio cortisol pelo organismo.

Assim, fique de olho para que os seus funcionários não fiquem sobrecarregados. As pausas podem ser organizadas de acordo com a produtividade e do ramo de atuação. O mais indicado são intervalos de 5 ou 10 minutos a cada 1 ou 2 horas.

Ofereça benefícios criativos

Todo mundo gosta de reconhecimento financeiro, óbvio. Mas pense em outras formas de recompensar os colaboradores que se dedicam e se destacam pela produtividade. Que tal presentar um funcionário com um voucher para que ele possa jantar em um lugar legal e levar os amigos ou a família?

Momentos de lazer são fundamentais para a saúde mental e nem sempre os profissionais se atentam a essa necessidade ou tem condições para aproveitar o tempo livre. Esse tipo de benefício demonstra o quanto a empresa está preocupada com a equipe e que está disposta a deixá-lo satisfeitos.

Crie um ambiente corporativo saudável

Os funcionários passam mais da metade dos dias no trabalho, e estar em um ambiente inadequado — tanto para realizar as tarefas, quanto à cultura da empresa — pode acabar prejudicando a saúde mental. Por isso, invista em um espaço com ergonomia, controle de temperatura, boa luminosidade e poucos ruídos.

Outra ideia é criar ambientes mais confortáveis, com cores calmantes ou desenhos criativos para refletir diretamente no bem-estar dos colaboradores. Ainda, as salas de descanso podem ser otimizadas com cadeira de massagem para proporcionar momentos de relaxamento aos funcionários.

Dê acompanhamento psicológico

Ter um psicólogo a disposição dos funcionários é uma das melhores opções para a empresa que deseja cuidar da saúde mental de seus colaboradores. Esse profissional irá ajudar a avaliar o comportamento e identificar possíveis transtornos mentais que precisarão de tratamento especializado.

Se não for possível ter esse profissional específico na sua empresa, ofereça aos seus colaboradores um plano de saúde que tenha acompanhamento psicológico. Isso faz com que, mais uma vez, a sua empresa se mostre disposta a a ouvir e acolher o funcionário que passa por problemas.

Agora você já sabe por onde começar e como ajudar no dia a dia seus funcionários, né? Quer receber conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada? Assine nossa newsletter!


Faça um comentário

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *