BlogFranquias

Franquia x negócio próprio: qual modelo de negócio devo escolher?

Ser o seu próprio chefe é o sonho de várias pessoas. Especialmente aquelas que não conseguem se dar muito bem com o modelo de carteira assinada, com 8 horas fixas de trabalho todo dia. E para conseguir alcançar esse objetivo, é necessário fazer uma escolha entre franquia x negócio próprio.

Pode parecer algo simples, mas nem sempre é o caso. Cada opção possui suas particularidades, sendo que uma é mais adequada para certas pessoas do que para outras. Entender os parâmetros de análise aqui pode evitar que você perca a maior parte do seu investimento na decisão errada.

Para esclarecer melhor o assunto, trouxemos aqui 5 pontos cruciais da escolha entre franquia x negócio próprio. Confira:

1. Autonomia sobre o trabalho

autonomia

 

Se tem algo que todo empreendedor quer (ou precisa) é autonomia. A capacidade de montar o próprio horário, encaixando tudo certinho nas outras obrigações do dia. Muito bom para quem tem filhos ou já mantém outros projetos. Dito isso, as duas opções são muito boas para alcançar esse objetivo.

Com uma empresa própria, você terá total controle sobre o seu horário e método de trabalho. Em um modelo de franquia, você ainda responde à franqueadora e precisa trabalhar para pagar os royalties todo mês. Mas você não é obrigado a seguir nenhuma metodologia ou horário específicos. E já trabalharia para pagar as contas de qualquer forma.

2. Custo inicial de investimento

investimento

Ao escolher entre franquia x negócio próprio, é muito importante considerar o quanto será investido para começar o negócio. Os dois modelos de trabalho são consideravelmente diferentes no que diz respeito ao nível de investimento necessário.

Ao iniciar um negócio próprio, você precisa, primeiro, passar por todo o processo de formalização da empresa, pagando por documentos e permissões fiscais de acordo com o setor onde pretende atuar. Em seguida, é necessário investir em material, um local adequado, estrutura, divulgação, contratação de pessoal, etc.

Já no modelo de franquia, você precisa investir apenas no seu estabelecimento. A franqueadora já providencia os métodos de trabalho, os investimentos de marketing, etc. Isso corta consideravelmente os custos iniciais da fundação do negócio, permitindo que você inicie seu trabalho com menos recursos.

3. Nível de suporte

suporte

Outro fator importante nessa escolha é o nível de suporte que você pode ter ao longo do seu negócio. Todos sabem o quanto é difícil começar uma empresa por conta própria. Não só pelo investimento inicial, mas por todas as tarefas que precisam ser executadas para que o negócio comece a funcionar. Sem falar em todo o aprendizado que precisa ser feito na prática.

Ao se tornar parte de uma franquia, você recebe, além de todos os recursos básicos e a divulgação, o suporte técnico necessário. Isso inclui desde treinamentos até, em alguns casos, consultorias para tirar dúvidas e ajudar a tomar melhores decisões. Afinal, quanto mais franqueados obtém sucesso, melhor é para a franqueadora.

4. Rentabilidade inicial

rentabilidade

Considerando os últimos pontos citados, você já deve entender este aqui. Ao montar uma empresa própria, além de fazer maiores investimentos, você também precisa colocar mais energia e aprender mais coisas para que tudo funcione. E mesmo que você já tenha administrado algum negócio antes, não vai obter o mesmo desempenho de uma marca já estabelecida.

Ao trabalhar como franqueado, você já possui todo o apoio de uma marca conhecida no mercado, que possui divulgação regular e algumas referências positivas. Se inserir em um mercado que já conhece seu produto/serviço e confia na sua marca é muito mais fácil do que começar do zero, tentando obter a confiança de todos e fazer com que a roda comece a girar.

5. Risco de perda

risco de perda

Por fim, ao fazer uma escolha entre franquia x negócio próprio, você também deve levar em conta o seu risco de perda. Este é um ponto mais delicado e possui vários fatores envolvidos. Mas, existe uma tendência geral para que as franquias sejam mais seguras do que novos negócios.

Com maior número de tarefas, mais desafios e maior custo de investimento, montar uma empresa não é só mais arriscado, como o prejuízo da perda também é maior. No modelo de franquia, com todo o suporte oferecido, suas chances de perda são bem menores.

Agora que você entende a diferença entre franquia x negócio próprio, que tal conhecer um pouco mais uma das suas opções? Entre em contato com a Echosis e tire suas dúvidas sobre como ser um franqueado em marketing digital.

Faça um comentário

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7 + 20 =

Botão Voltar ao topo