BlogMarketing Digital

Como unir o Marketing de Guerrilha ao Marketing Digital?

Não, essa não é uma estratégia de combate para casos de rebelião, conflitos ou batalhas. Ainda estamos falando de marketing e essa é uma opção “fora da curva” para as empresas que possuem um baixo orçamento para investir, mas que desejam captar clientes e criar uma visibilidade para a marca.

O marketing de guerrilha trata-se de um conjunto de ações publicitárias mais diretas, em alguns casos, até mais agressivo do que outras formas de divulgação. O diferencial desse formato é a criatividade, pois todas as técnicas são elaboradas com o objetivo de causar surpresa no público.

Geralmente as famosas ações realizadas pelo marketing de guerrilha acontecem em ambientes offline. Porém, quando algo realmente gera impacto na vida das pessoas, certamente será compartilhado na internet e com grandes chances de viralizar. Ou seja, sua empresa tem a possibilidade de conquistar notoriedade em dobro, tanto dentro, quanto fora do ambiente online.

Mas vamos por partes, que tal entendermos primeiro o que é o marketing de guerrilha e como fazer? Vamos lá!

O que é o marketing de guerrilha?

É uma estratégia utilizada por empresas que desejam reinventar a maneira que divulgam seus produtos ou serviços e explorar a criatividade. Por este motivo, muitas vezes são usados locais públicos como shoppings, praças, parques e praias com o objetivo de gerar impacto em massa.

Esse conceito foi criado em 1984 pelo publicitário norte-americano Jay Conrad Levinson que publicou o livro Guerrilla Marketing. Para desenvolver essa ideia, o autor se inspirou nas táticas usadas durante a Guerra do Vietnã. Mesmo com poucos recursos, os vietnamitas conseguiram superar as limitações usando táticas de guerrilha e derrotaram os adversários.

Assim, trazendo essa estratégia para os dias atuais, muitas marcas utilizam o marketing de guerrilha justamente com o intuito de incentivar as pessoas a compartilharem a experiência nas redes sociais e assim transformar a ação em algo viral.

Alguns bons (e famosos) exemplos de marketing de guerrilha

Coca-cola

Não poderíamos iniciar essa lista se não com uma das empresas que mais investe em marketing no mundo, certo? A Coca-cola tem como intuito proporcionar felicidade dos consumidores e isso se reflete nas campanhas de marketing produzidas, principalmente nas de marketing de guerrilha.

Em uma de suas ações, a marca instalou no refeitório de uma universidade uma máquina da felicidade. Nela, a pessoa inseria o dinheiro e ao invés de receber apenas um refrigerante, recebia vários para compartilhar com os amigos e colegas. Além disso, a máquina também surpreendeu ao entregar flores, bexigas, pizza e um sanduíche de metro.

Volkswagen

A segunda maior fabricante de veículos no mundo também inova quando se trata se desenvolver campanhas de marketing de guerrilha. A Volkswagen lançou a “teoria da diversão” na Suécia e ao perceber a boa receptividade da ideia, resolveu investir em algo parecido para o lançamento do Polo GTI.

Assim, a empresa instalou um escorregador ao lado das escadas na estação de metrô de Alexanderplatz com o intuito de promover a diversão e ao mesmo tempo velocidade para as pessoas que passavam por ali. Confira como foi a ação:

Tic Tac

E se o seu mau hálito afetasse o mundo todo? Foi pensando nessa loucura que a marca Ferrero elaborou uma campanha de marketing de guerrilha para promover suas famosas balinhas Tic Tac. Na ação, feita em Paris, um homem pedia para orientações para alguém e ao receber uma resposta simplesmente “desmaiava”, logo em seguida todas as outras pessoas ao seu redor e pela cidade também caiam no chão.

A proposta era chamar a atenção do público para o poder do drops Tic Tac em relação a renovar o bom hálito.

Como relacioná-lo ao Marketing Digital?

Apesar de termos citado apenas exemplos de grandes empresas, não se engane ao acreditar que esse tipo de marketing não se encaixa para o seu negócio. Muitos empreendedores cometem o equívoco de pensar que o Marketing de Guerrilha é restrito apenas às gigantes do mercado. Pelo contrário, as técnicas desse marketing são ótimas para pequenas empresas, pois possui um custo muito menor se comparado ao tradicional. O único critério fundamental é a criatividade.

Selecionamos também alguns exemplos bem criativos de ações de marketing de guerrilha de pequenas empresas que podem facilmente serem usados como referência:

Resultado de imagem para anuncios publicitarios que llamen la atencion

Nesse caso, cada “dente” colado na boca do poste continha informações sobre um consultório odontológico, como nome do profissional, endereço e telefone para contato.

Nem sempre você precisa elaborar uma ação na praça da cidade. A Bosch, por exemplo, desenvolveu um calendário em 2008 em que as folhas dos dias do mês era uma porção de graminhas. Conforme as folhas iam sendo retiradas, a grama era “aparada” e ao final do ano, o calendário revelou um campo por onde o trator da Bosch passou. Bacana, né?

Resultado de imagem para ideias inovadoras em bares

Mesmo sendo uma das marcas de sabão em pó mais conhecidas, a OMO investiu em uma ação simples e totalmente fora da caixa ao transformar porta-guardanapos em máquinas de lavar. A proposta era mostrar aos consumidores como OMO pode realmente deixar as roupas brancas.

    No entanto, não é novidade pra ninguém que a geração atual prefere recorrer a internet para descobrir mais informações sobre marcas, produtos ou serviços que possuem interesse, certo? Além disso, hoje em dia, os consumidores preferem estabelecer uma relação com as marcas na redes sociais, ou seja, se a empresa possui uma boa comunicação com os usuários na internet, a chance deles se tornarem clientes é muito maior.

    Desta maneira, investir em uma ação de guerrilha não é viável quando você ainda não possui um bom posicionamento na web. O marketing digital também possui um baixo custo e é um ótimo aliado para as estratégias de guerrilha.

    Assim, para unir um ao outro, lembre-se de usar as redes sociais para divulgar a sua ação e incentive as pessoas a compartilhar em seus perfis a experiência vivida. Além disso, você também pode oferecer descontos e ofertas exclusivas para quem participou da atividade, por exemplo. A ideia é que o marketing de guerrilha seja usado como um pontapé inicial e que você continue envolvendo seus clientes através de campanhas online.

    Agora que você já sabe tudo sobre o marketing de guerrilha fica mais fácil de elaborar ações incríveis para o seu negócio. Mas antes, que tal melhorar o posicionamento da sua empresa na internet? Entre em contato com a Echosis e receba um orçamento para a gestão das redes sociais da sua empresa. 

    Faça um comentário

    Postagens relacionadas

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Veja também

    Close