BlogMarketing Digital

Retenção de clientes: 4 ações que podem te ajudar a fidelizá-los

Conquistar um novo cliente não é nada fácil, mas eu diria que o verdadeiro desafio é reter os clientes antigos. Afinal, se você está perdendo contratos, também está perdendo receita. E, geralmente, a saída de clientes acontece por alguma razão desconhecida. Assim, a retenção de clientes é mais difícil.

De acordo com a pesquisa da Forrester, o custo da aquisição de novos clientes é 5 vezes maior do que o custo de retê-los. Ou seja, concentrar seus esforços em ações que buscam manter seus clientes, é uma tarefa indispensável e muito mais barata.

Mas antes de apresentarmos alguns exemplos de estratégias para você colocar em prática, vamos entender melhor o que é retenção de clientes. Confira!

O que é retenção de clientes?

Reter clientes significa desenvolver ações que incentivem os consumidores a se tornarem fiéis a sua marca e, assim, continuarem comprando seus produtos ou serviços.

Um exemplo clássico de retenção de clientes acontece quando você entra em contato para cancelar a internet ou o plano do seu celular. Eles oferecem novas possibilidades, descontos e vantagens para que você permaneça com o serviço, não é?

Apesar do conceito ser simples, o mais importante é entender como você pode colocá-lo em prática e conseguir manter seus clientes por perto.

4 exemplos de ações que podem te ajudar a reter clientes

Para que os clientes priorizem sua marca e continuem comprando seus produtos ou serviços, desenvolver um bom marketing de retenção é fundamental. Veja algumas dicas de como você pode começar a fidelizar seus clientes:

Invista em programas de fidelidade

Por mais que os seus produtos ou serviços sejam os melhores do mercado, isso não é suficiente para garantir que os consumidores voltem a fazer negócios com a sua marca. Eles precisam enxergar vantagens e benefícios em continuar fiéis ao seu negócio. Assim, investir em um programa de fidelidade é uma ótima opção.

Esse programa de recompensas contribui para a criação de um relacionamento entre a empresa e o consumidor, pois a marca oferece descontos exclusivos, produtos ou promoções, enquanto o cliente aceita continuar adquirindo os produtos ou serviços e engajado com o negócio.

Seja a clássica cartela de carimbos ou um programa para o acumulo de pontos, ao decidir implementar um programa de fidelidade no seu negócio, procure conhecer os seus clientes primeiro para não perturbá-los com assuntos inadequados e, consequentemente, estremecer o relacionamento de vocês.

Dê descontos no dia do aniversário

Outra ideia fácil de aplicar é oferecer descontos ou ofertas especiais no dia do aniversário do cliente. Criar um relacionamento com o consumidor é primordial para que ele mantenha sua preferência sobre determinada marca.

Além disso, no dia do aniversário o cliente não quer ser só bem tratado, ele espera por algo personalizado. Por este motivo, aproveite esse momento para estreitar sua relação com o consumidor e deixá-lo mais próximo.

Faça um bom remarketing

O conceito de remarketing é simples: trata-se de fazer marketing novamente para a mesma pessoa. A ideia é gerar impacto mais de uma vez sobre alguém que já teve interesse em algum produto da marca. Geralmente essa estratégia é aplicada por meio campanhas enviadas em emails, incentivando os clientes a tomarem alguma decisão.

Utilize essa ação para chamar a atenção dos consumidores sobre produtos abandonados no carrinho ou sobre itens que estão na promoção. Uma boa ideia é enviar no e-mail, produtos relacionados a última compra do cliente. Por exemplo, se um usuário realizou a compra de um livro de ficção científica na semana passa e essa sessão está com desconto, não esqueça de enviar um e-mail para alertá-lo sobre a oportunidade.

Aproxime-se do seu público através das redes sociais

As redes sociais são os canais perfeitos para as marcas que desejam se aproximar do público. E você nem precisa ser o Nubank para conseguir obter bons resultados.

Agora, para funcionar é necessário seguir alguns passos, como estudar os seus clientes, acompanhar as tendências e, se possível, ter uma hashtag própria. Desta maneira, você consegue incentivar os usuários a compartilhar suas experiências com seus produtos ou serviços e, ainda, conferir todas as publicações relacionadas a sua empresa.

Lembre-se também de sempre responder aos comentários, mensagens e compartilhar as menções a sua marca. Isso faz com que os usuários se sintam “vistos” e importantes, o que contribui para o engajamento.

Não esqueça do pós-venda!

Quando o objetivo é realizar uma venda, as empresas sabem muito bem como encantar o cliente e oferecer aquilo que eles precisam. No entanto, após a venda o relacionamento entre a empresa e o cliente tende a acabar. Se no seu negócio isso acontece, está na hora de mudar.

Manter um relacionamento com seus clientes pode fazer com que você sempre esteja “na boca” do seu consumidor, e esse mesmo indivíduo tem parentes, amigos ou colegas que podem necessitar do que a sua empresa oferece.

Ao ter um pós-venda bem estruturado, o negócio acaba conquistando novas vendas, mesmo sem ter novos clientes. Afinal, nós sempre acabamos voltando para uma marca que nos tratou bem. Desta maneira, após realizar uma venda, aguarde alguns dias e entre em contato com o consumidor para saber o seu grau de satisfação com o produto e para deixar claro que está a disposição para o que ele precisar.

É como dizem por aí: “quem não dá assistência, perde para a concorrência!” e com certeza esse não é o seu desejo, certo?

Agora ficou mais fácil de entender o que é a retenção de clientes, né? Por fim, mas não menos importante, saber o quão satisfeitos os clientes estão com o seu negócio também é fundamental para que você saiba desenvolver as ações adequadas. Assim, aproveite e confira nosso conteúdo sobre Net Promoter Score.

Faça um comentário

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *